Publicações

A importância da Psicomotricidade na Alfabetização

A alfabetização é um marco na vida de cada pessoa, pois a partir do momento em que aprendemos a ler nunca mais conseguimos olhar um outdoor, por exemplo, apreciando apenas as figuras.

No processo de alfabetização a escrita e a leitura precisam ser construídas juntas, com palavras significativas para a criança. Escolher palavras do cotidiano infantil para transformá-las do concreto (vivência) para o abstrato (símbolos da escrita) é essencial para que o processo de alfabetização seja interessante.

A estimulação pedagógica associada à Psicomotricidade facilita o processo de alfabetização das seguintes formas:

• Proporciona aprendizagem prática de conceitos fundamentais para a escrita e leitura;

• Oportuniza que a criança escolha parte dos aspectos a serem trabalhados (organização de pensamento, composição de palavras e textos, escrita em letra bastão e cursiva, leitura de textos significativos, entre outros) respeitando os interesses e ritmo de cada criança;

• Aumenta a concentração (a atenção tônica proporciona direcionamento e organização das atividades que o corpo realiza);

• Coordenação viso-motora (associação entre a motricidade manual e o trabalho ocular / conjunto olho-mão)

• Durante a aquisição da alfabetização, a comparação do desenho (especialmente da figura humana), com a escrita é instrutiva em aspectos como: a noção espacial gráfica (como a criança aproveita o espaço da folha), a preensão do lápis (como ela segura o lápis na mão), a pressão do lápis sobre o papel (quantidade de força que coloca do lápis sobre o papel) etc;

• A praxia fina engloba os movimentos refinados, realizados pelas mãos (escrita), pés e face (leitura). A praxia é a base do aprendizado, buscando o gesto mais apropriado para uma ação específica. A conseqüência dessa apropriação é uma maior e melhor destreza e precisão nas atividades;

• Desenvolvimento adequado das praxias proporciona para a escrita: movimento de braços e mãos mais livres, flexibilidades de punho, independência digital, traçados mais firmes e letras mais legíveis.

Exercícios para a escrita tem como finalidade guiar e acelerar o desenvolvimento do grafismo, mas é preciso  ampliar a noção de exercício (orientado adequadamente, associando os instrumentos proporcionados pelo atendimento terapêutico às atividades diárias).

O desenvolvimento da escrita não se deve simplesmente ao acumulo de exercício, ela reflete o nível de desenvolvimento motor (tonicidade adequada e maturação geral do sistema nervoso, pois a construção da praxia fina é extremamente complexa e diferenciada já que é a etapa final do desenvolvimento cognitivo associado ao motor).

Continuaremos conversando sobre o desenvolvimento no próximo mês, escrevendo sobre o Ensino Fundamental, que como o próprio nome diz é fundamental não apenas para a alfabetização, mas para a vida.

By Silvia Baltieri         

© 2013 - Todos os direitos reservados

grupoeficiente@grupoeficiente.com.br